Os 10 Melhores Filmes Italianos de todos os tempos.

A Itália não é apenas um país conhecido por sua deliciosa culinária ou por seus luxuosos carros esportivos. Com sua rica história e cultura, eles também têm um cinema fantástico. Sendo assim, decidimos listar os 10 melhores filmes Italianos de todos os tempos. Comente se você concorda ou discorda da lista, se ficou algum de fora ou se tem um incluído na lista que não deveria ter entrado.

10. O Conformista (1970)

Conformista

Abrindo esta lista já temos um lindo clássico do genial cineasta americano Bernardo Bertolucci. Com performances brilhantes e um visual inesquecível, o filme conta a história de um jovem que recebe ordens diretas de Mussolini ir ao exterior para assassinar seu antigo professor que é agora um refugiado político. Entretanto o mesmo acaba conhecendo e se apaixonando por uma jovem no decorrer do longa e questiona á si mesmo se deve ou não cumprir esta ordem tão radical. –  De um ponto de vista técnico, o filme é visualmente deslumbrante. Com um uso de luz e câmera em plano detalhe, focando apenas nas ações e reações dos personagens, o filme acaba criando uma experiência surreal.

09. Umberto D. (1952)

É impossível não se emocionar com um filme que fala sobre a relação “cão e seu dono”. – Vivendo em um pequeno alojamento com seu fiel cãozinho e sobrevivendo com o que recebe de sua aposentadoria, o velhinho que dá o nome ao título do filme está prestes a ser despejado pela dona do quarto. – Usando uma metalinguagem social pós-guerra, esta obra de Vittorio de Sica nos comove quase que instantaneamente e nos faz refletir sobre nossa personalidade. Se dá pra definir em poucas palavras, este drama neo-realista é simplista e emocionante.

08. A Aventura (1960)

Possivelmente a obra mais bela do gênio Michelangelo Antonioni. – Durante um cruzeiro com amigos, uma jovem desaparece. O noivo, acompanhado da melhor amiga da jovem desaparecida, procura a menina e os dois acabam se tornando muito próximos um do outro. Mas os sentimentos entre eles parecem ser incertos ficando o consolo perante um isolamento incessante. – É um filme que possui uma fotografia deslumbrante, mas convenhamos, não é para todos (principalmente àqueles que esperam uma diversão pipoca), mas com um pouco de paciência e talvez múltiplos olhares para realmente entender cada detalhe minucioso, o expectador será recompensado com uma maravilhosa experiência cinematográfica.

07. A Doce Vida (1960)

Obra do cineasta mais conhecido (e possivelmente mais talentoso) da Itália, Federico Fellini, o filme dá um show ao demonstrar a decadência dos ricos e de como o amor, um sentimento tão simples e complexo ao mesmo tempo, pode devolver ao ser-humano a motivação para viver. Este drama com leves tons de comédia mostra um paparazzo consumido pela riqueza e pelos bens materiais, mas que muda toda sua ideologia de vida ao conhecer uma atriz ao qual o mesmo fazia uma cobertura jornalística. – O filme em si é uma beleza da sétima arte e uma exploração maravilhosa da doce vida.

06. Rocco e seus Irmãos (1960)

Sinceramente, 1960 foi um ótimo ano para o cinema italiano. Abrilhantando este ano está o maravilhoso “Rocco e seus Irmãos” dirigido por outro gênio do cinema italiano, Luchino Visconti. – O filme conta a história de conta a história dos irmãos Rocco, Ciro, Luca, Simone e Vincenzo e de como cada um influência nas subtramas do outro, resultando até mesmo no envolvimento entre a mesma mulher. – Sem dúvidas uma obra cinematográfica e que acabou tornando Alain Delon mundialmente conhecido, ganhando fama como o ator mais bonito da história do cinema.

05. A Estrada da Vida (1954)

O que falar de Federico Fellini? Ele está envolvido nas mais belas obras cinematográficas italianas. O diretor criou aqui uma história muito humana nos introduzindo à Gelsomina, uma moça desacreditada que devido à algumas circunstâncias é obrigada a trabalhar em um circo de rua. – De tantos aspectos que esse filme acerta em cheio, é notável aqui a maravilhosa trilha sonora composta por Nino Rota, o mesmo compositor da famosa trilha de O Poderoso Chefão (1972) e que foi um habitual colaborador de Fellini. Por fim, “La Strada” é um conto triste de um romance improvável que foi premiado com o Oscar de Filme Estrangeiro em 1956.

04. Ladrões de Bicicletas (1948)

A obra mais comovente e espetacular do talentoso Vittorio de Sica é considerada por muitos o maior filme italiano já feito, e não é por menos, o filme realmente é uma obra-prima do neo-realismo italiano que predominou durante o final da década de 40 e o início da de 60. Contendo um poderoso comentário social entre pai e filho, um homem tem sua bicicleta roubada e parte por toda Roma em busca dela juntamente com seu filho. Embora o filme é preenchido com uma infinidade de cenas brilhantes, nenhuma é tão comovente como a sequência do restaurante do teatro, em que os dois jantam com a partilha do orçamento ressoado do pai. Esse filme resistiu durante seis décadas e até hoje consegue comover cinéfilos mundo à fora, mostrando que algo tão simples como uma bicicleta pode significar o mundo para alguém.

03. Cinema Paradiso (1988)

Ao dirigir este filme, Giuseppe Tornatore escreveu uma carta de amor ao cinema. O ponto alto do filme é a relação entre o garotinho Toto e o projecionista de um cinema Alfredo. Ambos formam uma grande amizade e esse laço entre os dois é contado durante as horas de trabalho de Alfredo naquele local, fazendo despertar uma paixão por cinema em Toto. Além da bela trilha-sonora composta por Ennio Morricone, os destaques vão para as performances de Salvatore Cascio e Philippe Noiret que foram premiados em Ator Coadjuvante e Ator principal no BAFTA em 1991. Entre outros prêmios, vale destacar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1990.

02. Três Homens em Conflito (1966)

Só de citar o nome deste western eu já me lembro da trilha fabulosa de Ennio Morricone. Dirigido por Sergio Leone e estrelado por nada mais nada menos que Clint Eastwood, o faroeste mais conhecido de todos os tempos segue três pistoleiros que procuram por 200 mil dólares em ouro roubados. Essa obra que transformou Clint em uma estrela, e o fez aprender muito sobre como dirigir westerns, é o encerramento da trilogia dos Dólares, que vinham com dois filmes antecessores excelentes. São eles Por um Punhado de Dólares (1964) e Por uns Dólares a mais (1965). Possivelmente o filme italiano mais americano de todos, Três Homens em Conflito é considerado por muitos o melhor western já feito.

01. 8½ (1963)

“Oito e meio” é o melhor filme italiano de todos os tempos. O gênio Federico Fellini se inspirou em momentos de sua vida para filmar esta clássica obra. – No filme, Guido é um diretor de cinema preparando para filmar um novo filme de orçamento grande. Mas esta enorme tarefa aparece juntamente com seus problemas no casamento e o faz recorrer a sonhos e fantasias para que tudo dê certo.  Filmado em preto e branco, com belas imagens e uma pontuação de fascinação, “8 ½” serve como uma viagem para a consciência de um homem que está tentando fazer o sentido de sua vida. O filme teve atuações excelentes por parte de Marcello Mastroianni e Claudia Cardinale e foi o vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1964.

Comments

    marcio silva de almeida

    (August 17, 2016 - 8:20 am)

    O primeiro filme italiano que assisti foi Cinema Paradiso, eu assisti aqui em Joinville em 1988, estava na transição dos meus 16 pra 17 anos na minha juventude que não volta mais. Assisti a Doce Vida umas 3 vezes. Levou cortes no mundo inteiro, principalmente no final dele. Patricia de Perez Prado (1961) tocava durante uma cena. Ditou regras de moda e comportamento pra decada de 1960 inteira. Escandaloso pra epoca, hoje ja não tem mais esse status!!

    alexandre freitag

    (August 17, 2016 - 11:38 am)

    Ola Marcio,

    Ficamos feliz com seu comentário. Obrigado por acessar A Hora Do Filme

    Equipe,
    A Hora Do Filme

    Renadson Augusto

    (October 30, 2016 - 12:12 pm)

    Eu sou louco por DIO, COME TI AMO (com minha amada Gigliola Cinquetti).
    A música e o filme abalaram o coração de cada apaixonado da época e até hoje conquistam fãs de todo o mundo, ainda esperançosos de viver um amor verdadeiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *