Especial Oscar: O Jogo da Imitação

Esse ano definitivamente é o ano das cinebiografias, e O Jogo da Imitação é mais um filme que conta a vida de um gênio responsável por evitar várias mortes e revolucionar a 2ª Guerra Mundial.

Segue a Sinopse do filme:

Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico monta uma equipe que tem por objetivo quebrar o Enigma, o famoso código que os alemães usam para enviar mensagens aos submarinos. Um de seus integrantes é Alan Turing (Benedict Cumberbatch), um matemático de 27 anos estritamente lógico e focado no trabalho, que tem problemas de relacionamento com praticamente todos à sua volta. Não demora muito para que Turing, apesar de sua intransigência, lidere a equipe. Seu grande projeto é construir uma máquina que permita analisar todas as possibilidades de codificação do Enigma em apenas 18 horas, de forma que os ingleses conheçam as ordens enviadas antes que elas sejam executadas. Entretanto, para que o projeto dê certo, Turing terá que aprender a trabalhar em equipe e tem Joan Clarke (Keira Knightley) sua grande incentivadora.

ojogodaimitacao1

Confesso que filmes de guerra não me atraem tanto, e que de inicio eu apenas fui assistir O Jogo da Imitação por causa do Benedict Cumberbatch. Mas o longa é muito mais do que uma história sobre guerra, mas sim sobre reinvenção, superação e opressão. Como o próprio Cumberbatch declarou algumas vezes, O Jogo da Imitação é um filme sobre  a década de 50 mas que trás temas muito atuais, como Bullying, sexualidade, o papel da mulher na sociedade,o que fará com que muitos que se sentem oprimidos e deslocados em seus “nichos” se identifiquem com o filme.

Ainda falando da estrela, Cumberbatch está mais uma vez nos agraciando com sua bela atuação, fazendo o que ele faz de melhor, nos prender ao seu personagem. Mas tenho que dizer que me decepcionei um pouco a notar varias semelhanças na sua atuação como Alan Turing com a sua atuação em Sherlock. A fotografia e a trilha sonora seguem impecáveis como o diretor Morten Tyldum gosta. Por falar no diretor, tenho que admitir que ele desempenho suas atribuições de forma excelente, dando ao filme uma fluidez interessante, que torna o filme agradável de ser ver.

Comparo O Jogo da Imitação com Game of Thrones em premiações, muitas indicações mas pouquíssimos prêmios. Acho que ele é o azarão da categoria e não arrecadará muitas estatuetas, o que não significa que o filme não seja bom, pelo contrário. Concluo dizendo que O Jogo da Imitação é um filme “Ok”, que tem seu lugar merecido entre os indicados mas, acho que eles escolheram o ano errado para concorrer.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *