Crítica | Cybernatural (Unfriended, 2015)

“Cybernatural” (título original: Unfriended) foi lançado em Abril no EUA e acabou decepcionando parte dos críticos e do público, fazendo com que a Universal Pictures do Brasil desistisse de lançá-lo nos cinemas nacionais. Com isto, fui assistir o filme com 99% das certezas de que seria mais um terror dispensável desse ano. Entretanto, o que eu vi foi um suspense original e muito interessante com uma trama que te prende até o ato final.

Unfriended04A trama se inicia com 6 amigos se reunindo em um vídeo chat pelo Skype para pôr os assuntos em dia. No entanto, a conversa é interrompida por um usuário sem foto de perfil que se identifica como Laura Barns. O problema é que a jovem cometeu suicídio a um ano atrás após ser vítima de Cyberbullyng (bullyng na internet), quando um vídeo constrangedor seu foi parar no Youtube.

UnfriendedInicialmente os jovens acham que é apenas uma brincadeira de uma pessoa desocupada, porém o misterioso usuário começa a revelar segredos dos jovens e a hackear os perfis do Facebook de cada um, exigindo que os mesmos façam o que ele pedir. Quando uma das jovens recusa o pedido do tal usuário e decide sair do Skype, acaba morta por uma espécie de entidade sobrenatural.

UnfriendedO filme é todo contado através do ponto de vista do desktop de uma das personagens e é através dele que testemunhamos o desenrolar de toda a trama e, consequentemente, o fatídico destino de seus amigos. “Unfriended” consegue preencher conteúdo durante 80 minutos, fazendo com que o público fique interessado na trama e deseje um final aliviador para os personagens.

Unfriended

Um dos pontos interessantes do filme é a desconstrução de amizades, mostrando que no mundo online muitas amizades são forjadas através de mentiras. Apesar do filme não ser o que ele vende nos trailers, ou seja, um filme de aterrorizante, ele faz bom uso do aspecto “suspense” e com certeza é um filme que deve não só ser visto pelos fãs do gênero, mas sim por todos aqueles que apreciam uma história intrigante.

Por fim, Cybernatural é um suspense único e original que deixa o público curioso e instigado nos primeiros 15 minutos até a conclusão final. Não apenas superou minhas expectativas, mas também se tornou o melhor Terror/Suspense do ano até o momento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *