Crítica | Capitão América: Guerra Civil

O filme mais ousado e arriscado da Marvel e dos blockbusters – Capitão América: Guerra Civil, não poderia ter um resultado diferente: espetacular. Um filme que reúne doze super-heróis com atores altamente competentes e dois diretores de primeira linha não pode e não tem como ser ruim e não foi, não passou nem perto disso. O filme que misturou a busca de Steve Rogers e Sam Wilson por Bucky Barnes e o tão esperado arco de uma das Hq’s mais insanas da Marvel: Guerra Civil. O filme tem mais de Capitão América 3 ou Guerra Civil? Cada um tem uma visão diferente e só indo ao cinema assistir pra formular uma opinião sobre tal discussão. Eu achei os dois temas muito bem desenvolvidos.

O filme começa com o Capitão liderando uma equipe dos Vingadores atrás do Ossos Cruzados que acarreta em mais um acidente de percurso e os levam para o debate do Tratado de Sokovia onde começam as primeiras discussões e diferentes pontos de vista dos dois grupos protagonistas do filme e ao longo do decorrer da trama temos a aparição do Barão Zemo que no cinema está completamente diferente do vilão dos quadrinhos.

capitaoamericaGuerraCivil_03

É difícil falar desse filme sem dar spoilers, mas o que se podemos ver são excelentes cenas de luta, confrontos de tirar o fôlego, bons diálogos mas que em alguns casos poderiam ter sido melhores, humor na dose certa que ficam a cargo de Falcão, Homem Aranha, Homem Formiga e Gavião Arqueiro, talvez e com certeza faltou uma carga dramática maior mas se tratando de Marvel não dá pra esperar muito por parte disso.

A grande curiosidade do público ao sair da sala de cinema vai ser como os Vingadores vão fazer as pazes e se acertar para a iminente ameaça de Thanos nos dois próximos filmes dos Vingadores e Thor e Hulk que não sabem de absolutamente nada do que aconteceu e vão pegar o bonde andando. Os irmãos Anthony e Joe Russo (Capitão América 2) fizeram mais um excelente trabalho, agora é ver como eles vão desenvolver os próximos dois filmes dos Vingadores com a equipe toda rachada e despedaçada. Christopher Markus e Stephen McFeely (Capitão América 1 e 2) entregaram um roteiro incrível dando para cada herói um bom tempo de tela de acordo com a importância de cada um para a história.

capitaoamericaGuerraCivil_02

A composição da trilha sonora de Henry Jackman (Kick Ass 1 e 2, Kingsman e Capitão América 2) foi bem padrão. Chris Evans entregou mais um belo trabalho a frente do Capitão América como tem sido desde o primeiro filme a frente do herói. Robert Downey Jr é o Homem de Ferro e Tony Stark da vida real, está completamente estereotipado e dessa vez deu uma carga emocional e dramática aceitável ao seu personagem, porque em Homem de Ferro 3 tem que se desconsiderar. Elizabeth Olsen está mais madura como Feiticeira Escarlate e deu up na heroína. Visão com Paul Bettany deixou a desejar pelo menos para mim neste filme, não pelo ator e sim pelo personagem, senti falta de uma presença maior do herói. Don Cheadle no seu caricato e sonolento Máquina de Combate.

Sebastian Stan mediu certamente a dose entre Bucky e Soldado Invernal e fez um bom trabalho. Scarlett Johansson se entrega a Viúva Negra, ela não faz uma atuação meia boca, é incrível. Anthony Mackie como fiel escudeiro do Capitão entrega mais uma vez um bom Falcão e que está com novidades em sua armadura. Jeremy Rener com seu Gavião Arqueiro recém aposentado e recém saído da aposentadoria continua evoluindo o seu personagem. Paul Rudd com o seu excelente Homem Formiga e pela primeira vez no universo dos Vingadores ficou muito bom, responsável por um bom humor e boas cenas de luta. E as grandes surpresas e que gerou grande expectativa por parte do público: Chadwick Boseman entregou um Pantera Negra sério mas que foi peça fundamental na trama, o aguardo pelo solo do herói é grande e Tom Holland como Homem Aranha botou pra quebrar, este foi o Aranha mais jovem que vimos em tela mas manteve a personalidade do personagem, engraçado, sempre bem humorado e lutando muito bem, vemos o uniforme mais bonito de todos os Spider do cinema, Tom tem 19 anos e apresentou um Homem Aranha de 15, 16 anos, para isso teve que pegar corpo e conseguiu suprir a expectativa do grande público, eu nem preciso do solo pra dizer que Tom Holland já é melhor que Tobey Maguire e com o solo acredito que supere Andrew Garfield.

Capitão América

O elenco ainda é composto por: Emily VanCamp como Sharon Carter, Marisa Tomei como Tia May, Frank Grillo interpretando Ossos Cruzados, Martin Freeman interpretou Everet Ross, William Hurt como Secretário de Estado, Daniel Bruhl  fez o Barão Zemo, John Kani sendo o Rei T’Chaka e John Slaterry revivendo Howard Stark. O filme é produzido pela Marvel e distribuído pela Disney. O orçamento foi de 150 milhões de dólares e o longa promete bater a casa do 1 bilhão de dólares. Quem for ao cinema assistir este belo filme não vai se arrepender, vale a pena cada centavo do ingresso e fiquem sentados até as luzes acenderem completamente.

Carlo Saleme Author

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *