Acontece em Goiânia o 1º GO FILM – FESTIVAL DE CURTA METRAGENS DE GOIÁS

Por Adilson Ribeiro e Thais Muniz

Começou ontem (30/05) no hall dos Cinemas Lumière do Shopping Bougainville em Goiânia, o primeiro GO FILM FESTIVAL, organizado pela Cristos Produções. Com uma proposta bem diferente e inovadora, o festival traz a exibição de curta-metragens, shows musicais, oficinas e bate-papo para os amantes do cinema. O objetivo principal é o de oportunizar aos produtores audiovisuais do Brasil, a realização de filmes com duração de três minutos em um prazo de até 24 horas. E a equipe do A Hora do Filme foi conferir tudo que rolou no primeiro dia do festival.

GO FILM 2
Coquetel de abertura

A corrida contra o tempo para os participantes, começou no dia 21 de maio às 18:00, e o prazo para entrega do curta finalizado se encerrou às 18:00 do dia seguinte. 23 equipes conseguiram passar por essa fase do concurso. Os trabalhos deveriam cumprir alguns requisitos propostos pela organização do evento, dentre eles:

• Tema “A Grande Cidade” – filme dirigido por Cacá Diegues (1966);
• Objeto de cena: taça de vinho tinto;
• Plano detalhe: boca;
• Ser inteiramente produzido em 24 horas.

Outros 11 curtas, que não atenderam à todos requisitos especificados, também vão poder participar da mostra, mas sem concorrer às nove categorias de: Melhor Curta de Júri e Público, Melhor Curta Goiano, Melhor Curta Estudantil, Direção, Ator, Atriz, Roteiro e Melhor Curta Convencional.

Cristiano Sousa
Cristiano Sousa, idealizador do GO FILM

Cristiano Sousa, organizador do evento e cineasta premiado internacionalmente por seu curta “O Som do Silêncio” (2015) no Gaia24 Short Film Fest em Portugal, é o grande idealizador deste desafio. Cristiano buscou estabelecer parcerias com a Prefeitura de Goiânia e outros benfeitores privados para viabilizar o festival, e acredita que esta é uma grande oportunidade para que o mundo conheça melhor os produtores e o conteúdo audiovisual produzido em Goiás e no Brasil como um todo.“Goiás tem um déficit de produções audiovisuais grande, então o GO FILM parte desta ideia, de fomentar a produção deste conteúdo através de um desafio. Nos inspiramos no cinema novo para fazer essa proposta de produzir um curta em 24 horas. Uma ideia na cabeça e a câmera na mão” explica o idealizador, que nos garantiu que acontecerá uma segunda edição da mostra.

Segundo Cristiano, a coragem é a melhor palavra para definir o festival, uma vez que alguns cineastas até conseguem produzir seus filmes, mas às vezes falta essa coragem para lançarem os seus trabalhos. Essa etapa foi a injeção de ânimo que o GO FILM traz. Vale lembrar que os vencedores têm a garantia que os seus curtas serão distribuídos em festivais como o Gaia24 em Portugal e o Asolo Art Film Festival na Itália.

Uma ideia na cabeça e uma câmera na mão.

Diogo Diniz ao centro é o diretor de "Feliz Cidade"
Diogo Diniz (ao centro) é o diretor de “Feliz. Cidade”

O diretor de cinema Diogo Diniz é um dos concorrentes com o curta “Feliz. Cidade” (2016), e diz que se surpreendeu com a organização do evento. Segundo ele, o festival foge do tradicional e consegue trazer uma grande diversidade de produtores espalhados pelo Brasil, e principalmente, do interior do Estado de Goiás. Diogo ainda diz que encarou com muita tranquilidade o desafio proposto e que gostou muito do resultado final. Sobre seu curta, ele explica que trata-se de uma busca de felicidade constante de estar vivo e não estar vivo.

 

Segue abaixo a lista dos curtas que estão na competição:

1. Feliz. Cidade – Equipe Grua e Cia – Priscilla Rezende e Diogo
Diniz Garcia Gomes. Goiânia (GO);
2. Em Foco – União dos Cineastas Independentes UCI – João
Pereira. São Paulo (SP);
3. Grande Parte da Cidade é Vida – Leoni Dorati, Ariel Bentley
Pinheiro e Sarah Nikaelle Anápolis (GO);
4. Concreto – Demo ¼ Filmes – Vic Kings São Paulo (SP);
5. João 6:56 – Coletivo Cabeça de Câmera –Ítalo Lopes –
Goiânia (GO);
6. Contraste – Cabeça de Pulga – Thiago Tidilodo – Goiânia
(GO);
7. Entre Amigos – Oca Audiovisual – Paulo Gonçalves e Alex Amaral
– Goiânia (GO);
8. O que é – Expert Filmes –Nathan Azeredo – Rio de Janeiro
(RJ);
9. Preto No Branco – Café Noir –Marcos Aurélio – Goiânia (GO);
10. Hiperbólicos Burgos – Gradiva -: Denise Cambotta – Goiânia
(GO);
11. Cidade Organoléptica – Teatrês – Vitor Duarte – Goiânia
(GO);
12. E Sempre Tarde – Contexto Produções – Raniel Xavier – São
Paulo (SP);
13. Repulsa – Polissemia –Daniel Torres – Guarulhos SP;
14. Regozijo – Imageria Coletiva –Ricardo Soares – Goiânia (GO);
15. Arranha-Céus Entre Nós – Estúdio GUM –Michele Andrade e
Leonardo Guizzo – Maceió-(AL);
16. As Cidades crescem mas as marcas ficam – Rafael Henrique
Goiânia (GO);
17. Sanguinolência – Like a Boss Filmes –Ikaro Durão e Rubens
Renato Jr.– Goiânia (GO);
18. Ainda Te Amo – Kalik Produções – Susan Kalik – Salvador
(BA);
19. Dona Rua dos Ruídos – Arquivo 2 –Yago Rocha – São Paulo
(SP);
20. Migalhas do Teu Tempo – CAV Produções –Felipe Ferracioli
São Bernardo do Campo (SP);
21. Rotina – Set de Cinema –Matheus Gama – Goiânia (GO);
22. Aurora, O que foi que você Fez? – Núcleo de Pesquisa Vivace
– Aline Wilik, Douglas Oliveira e Lucas Barbosa Goiânia (GO);
23. Um lugar que já não é solidão –Pupilla – Arthur Araújo –
Goiânia (GO).

Paulo Vespucio
Diretor e Ator, Paulo Vespúcio é um dos jurados do GO FILM

Convidado de honra e Júri técnico do 1º GO FILM FESTIVAL, o ator e cineasta Paulo Vespúcio é conhecido das telinhas da TV Globo por ter interpretado vilões em várias novelas e minisséries. Ele estreou como diretor nos cinemas com o longa “O casamento de Gorete”, em novembro de 2014, que será exibido na quarta-feira (1/06) às 16h no Lounge do Festival (piso 1 do Shopping Bougainville). Goiano natural de Rio Verde, Paulo acredita muito na força que este festival pode proporcionar ao cinema e aos cineastas conterrâneos. “Eu quero voltar pra casa. Construí muita coisa lá fora, agora chegou a hora de construir a minha história aqui. Quero criar essa ponte entre Goiânia e Rio de Janeiro” completou o ator que pretende dar total apoio neste projeto.

GO FILM 3

O festival teve início no dia 30, e continua hoje (31/05) até dia 1º de junho no Espaço Cultural do Shopping Bougainville e no Cine Lumiére em Goiânia. A entrada é franca!

HORÁRIOS: das 15h às 20h (31/5) e das 15h às 22h (1/06).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *